TRG Logo

The Resort Group PLC was incorporated in 2007 by Founder and Executive Chairman Rob Jarrett, having started his career in banking and established a wealth of experience within the financial services industry. He then translated this success into the overseas property market, selling millions of Euros of luxurious properties and developing a number of high quality touristic destinations.

The Resort Group PLC was created as Rob focused his attention on new development and hospitality opportunities. Based in Gibraltar, and with support offices in the UK and Cape Verde, The Resort Group PLC has quickly established itself as one of the most respected and ground-breaking property development brands in the overseas market.

Números do TRG Group

Fundado em 2007. Mais de 11 anos de operação.

1000+
EQUIPE TOTAL
DO GRUPO
€200 milhões
IN DEVELOPMENT PROFITS
2,142
IMÓVEIS
ENTREGUES
8
NEGÓCIOS
INTEGRADOS

NOSSOS PARCEIROS

The Resort Group PLC enjoys working alongside the best brands in the world to provide the most reliable service, the best investments and truly 5-star all-inclusive luxury.

BECOME
AN AGENT

The Resort Group PLC are recruiting sales agents to help sell our 5-star property developments in Cape Verde.

CAPE VERDE FOUNDATION

The Cape Verde Foundation was founded by The Resort Group PLC to make a positive contribution across a variety of projects in Cape Verde.

GESTÃO DE RISCO

O TRG está no ramo há mais de 10 anos, com um histórico de sólido desempenho financeiro e governança corporativa. O Grupo já gerou mais de € 450 milhões em receitas e mais de € 200 milhões em lucros com suas incorporações. O Grupo já entregou 2.142 quartos, suítes, apartamentos e mansões em um total de 5 resorts operacionais, com € 140 milhões em ativos acumulados.

Dadas as tendências positivas do turismo em Cabo Verde, com a operadora de turismo garantindo um portfólio crescente de hotéis e resorts, a perspectiva futura do TRG PLC é positiva e estável.

Cabo Verde é politicamente estável, com sólidas instituições democráticas e uma estrutura jurídica forte, baseada no direito português. O governo consistentemente estimula o investimento estrangeiro e promove um ambiente dinâmico de negócios.

Um risco considerável para qualquer incorporadora é a disponibilidade de terra. A TRG não está mais exposta a riscos de aquisição de terrenos porque já adquiriu (por propriedade plena ou opção) a terra necessária para todos os projetos planejados.

O risco de projeto é insignificante, porque o TRG obteve aprovação de plano diretor para os projetos futuros. Foram previstos muito mais detalhes do que o necessário a fim de reduzir o trabalho envolvido em passar de aprovação no plano diretor para aprovação específica.

O TRG gerencia os riscos associados aos custos de construção, ocupação e operação negociando contratos com parceiros estratégicos sujeitos a padrões de desempenho. O grupo também emprega experientes profissionais do setor para supervisionar os resultados dos parceiros escolhidos.

O risco é atenuado pelo foco significativo do TRG em rotas diversificadas ao mercado e suas fortes relações com agentes e facilitadores externos, tanto no Reino Unido quando internacionalmente. Isso envolve debêntures, um fundo de investimento profissional especializado, produtos negociados nas bolsas de Dublin, Frankfurt e Ilhas do Canal, e uma plataforma de crowdfunding.

O TRG considera o risco cambial como sendo muito baixo. Suas atividades são baseadas majoritariamente em euros, com alguns custos em escudos de Cabo Verde atrelados ao euro.

As maiores operadoras de turismo estão confiantes com o futuro do país. Cabo Verde tem diversas atrações únicas, incluindo seu clima e estabilidade política, e a sua popularidade entre os turistas está crescendo.

Embora o portfólio imobiliário atual do TRG esteja localizado em Cabo Verde, ele logo alcançará diversificação com a presença em diversas ilhas e a aspiração de, mais tarde, chegar a destinos de férias na Europa.

A equipe jurídica do TRG monitora de perto, na medida do possível, as mudanças propostas na regulamentação, a fim de garantir que o Grupo seja envolvido nas decisões cruciais relativas à atenuação das mudanças propostas. O TRG é um dos maiores contribuintes de Cabo Verde. O Grupo usufrui de uma relação forte com as autoridades, garantindo que ele seja envolvido nas principais decisões a respeito de potenciais alterações regulatórias.

Cabo Verde é uma economia em crescimento, amplamente impulsionada pelo turismo. O crescimento do turismo é diretamente correlacionado ao crescimento de capital dos ativos imóveis, especialmente em imóveis de hotelaria ou resorts. Segundo o Conselho Mundial de Viagem e Turismo, a contribuição total do setor de viagens e turismo ao PIB de Cabo Verde em 2016 foi de 44,5%. A previsão é que esse número cresça 8,6% em 2017, com 6,5% de aumento por ano até chegar a 57,3% do PIB em 2027. A exportações dos visitantes são um componente central da contribuição direta do setor de viagens e turismo, que, por sua vez, movimenta o valor dos imóveis hoteleiros. Espera-se que o número de visitantes chegando a Cabo Verde cresça 11,1% em 2017, atingindo 578.000 desembarques de turismo internacional. A previsão para 2027 é que os desembarques de turismo internacional totalizem 728.000 – um aumento de 5,8% ao ano.